23 de mai de 2013

Crescendo...

Os últimos dias tem sido tão difíceis em relação ao meu blog. Não estou conseguindo dividir meu tempo entre todos os compromissos e o blog, é algo que realmente preciso me organizar.
Tantas coisas aconteceram, já tomei tantas decisões, já fiz tantos planos ultimamente, mas não apareci por aqui pra contar. Estou realmente me sentindo mal, não quero abandonar o blog de jeito nenhum. Estou fazendo o possível pra não sumir de novo.

As coisas vem acontecendo tão rápidas esse ano, parece que tudo que existiu de bom em minha vida, está aos poucos indo embora. Estou quase entrando em desespero em relação a muita coisa.
Não me dei conta, de que este é meu último ano na escola, e ainda nem decidi qual profissão seguir, parece tão difícil, não é mais como antigamente. Não posso simplesmente dizer que vou ser bombeiro, astronauta e e inventor, desta vez é pra valer, tenho que realmente fazer uma escolha, que pode mudar minha vida, tanto pra bom quanto pra ruim. Tenho que escolher qual profissão vou exercer pro resto da minha vida. Isso é muito pra mim. As vezes acho que não amadureci o suficiente pra já estar entrando na faculdade no próximo ano.
Estou prestes a me escrever no Enem, é algo que me assusta. Enem é uma coisa pela qual os 'caras' mais velhos do colégio se esforçam o ano todo pra tirar uma boa nota pra entrar na faculdade e ser adulto com carteira de habilitação e tudo. Pelo menos é assim que costumava ser. Agora olhe só, eu sou o tal cara mais velho.

Outra coisa que vem me deixando com um pouco de medo, o fato de eu ter que me alistar no exército também no ano que vem. Oque será de mim se entrar no exército? Minha vida vai acabar? Vou me tornar um completo marmanjão, que come de tudo sem o direito de achar nada ruim, que não se incomoda com unhas sujas e que acha ridículo o fato de um homem tricotar?  Não posso deixar isso acontecer comigo. Não posso perder o meu blog, não posso me tornar quem querem que eu me torne. É um pouco de exagero? Talvez, mas realmente, sinto muito medo de crescer !

Post como este não é meu hábito, mas as vezes acho que realmente é necessário, jogar tudo pra fora, pra todo mundo ou pra ninguém ler.

Falando de coisas boas, tenho feito vários e vários planos. Alguns não vou contar tão já, até que tudo esteja certo e decidido.  Mas eu digo, vem coisa nova por ai, e espero que isso me ajude a recuperar o equilíbrio e  me ajude a não enlouquecer.

4 comentários:

  1. Moço, posso falar?
    Eu tenho 21 anos e nenhuma formação superior. Trabalho em livraria, estou casada e vou muito bem, obrigada. Fazer faculdade é muita mediocridade tipicamente brasileira. Somos mais que isso. Olha para você: tem fotos lindas, é capaz de alegrar o dia da gente só com a captura de uma paisagem. Isso é muito, viu? Poucos tem o privilégio de viver com arte - e você tem esse dom.
    Não se cobre tanto. você é muito jovem ainda e nenhuma descoberta de nós mesmos chega após o término do ensino médio. Você está acima disso.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Oi Kauã relaxa que essa crise pode ser a primeira mas naum vai ser a ultima kkkkkk as vzs mtas vzs a gente grila com algo mas de boa vc tira de letra realmente todas as fases da vida trazem descobertas e um pouco de peso mas naum vai ser uma escolha de facul que vai te deixar naquela profissão pra sempre vc pode mudar seus planos qdo quiser :) sei que vc consegue vc é sensivel e talentoso e vale mto se questionar faz parte do se esta crescendo bjusss.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Kawa!!!

    Tem post especial de entrevista nesta semana em meu blog, com o Celso Cavallini (repórter e apresentador). Vem conferir?
    Beijo!
    http://www.planetadablogueira.com/2013/05/entrevista-com-celso-cavallini.html

    ResponderExcluir
  4. Kawã, eu queria mesmo poder dizer alguma coisa que te ajudasse, mas crescer realmente dói. Tudo o que posso te dizer é: vai com calma. Sim, não se desespere, contudo. Já passei por tudo isso, ainda passo aliás e a melhor coisa a se fazer é manter a calma, viver um dia de cada vez e dizer não pra tudo o que não te agrada, afinal a vida é curta pra viver fazendo coisas que deixam infeliz. E sim, lute sempre para que você não sejam quem querem que você seja e sim, simplesmente, quem você é. Para decidir "o que fazer para o resto da vida": faça o máximo de cursos que você puder, até os mais improváveis, isso me ajudou MUITO. Faz de graça, claro, haha. Quanto ao exército, você pode dizer que, na hora que for se alistar, que não quer servir. Eles te dispensam. Conheço vários amigos que não quiseram e fizeram isso. Boa sorte!

    ResponderExcluir

 

kawagalvao.com/Copyright © 2012 Design by IpietoonPersonalização Kawã Galvão