28 de jan de 2014

Parque Ibirapuera

5 comentários
Já faz uma semana desde o meu final de semana maravilhoso no parque Ibirapuera.
Já ouviu falar que os planos para dar certo tem que ser de ultima hora? Não sei se isso é verdade, mas tudo aconteceu de forma rápida e incerta.
Fui para a casa do meu primo no sábado à noite. O plano era de irmos no domingo para o parque, mas a noticia de um suposto "ataque Skin Head", nos fez adiar para segunda feira. No domingo a noite fomos no cinema, assistir 'Atividade Paranormal Marcados pelo mal', e não me envergonho em dizer que mesmo o filme não sendo assim tããão terrível, desejei ter levado um cobertor para cobrir a cabeça como de costume! Foi divertido.
Partimos cedo. Dois ou três terminais depois, chegamos ao parque. Fui extremamente bem recebido pelas diversas árvores, e é impressionante, como em meio a uma selva de pedras, existe vida!
Nesse dia, descobri minha paixão em fotografar pessoas, em especial pessoas em seus momentos íntimos, sem esperar que alguém, por trás de uma lente está a observa-las com extrema obsessão.
Um cenário único! É como uma cidade onde todos optam por meios de transportes não poluentes, a maioria está num humor agradável, e o melhor de tudo, com ruas repletas de árvores!
Patinei simplesmente como se não houvesse um amanhã! Patinei muito!
Infelizmente, meu primo não conseguiu alugar uma bicicleta, devido a nossa falta de idade, e só pode me acompanhar caminhando. Fiquei realmente chateado. Desculpe por isso primo! :/
Então, vou fazer um favor a alguém que assim como eu, acordou mais aventureiro em 2014. Não vá ao Ibirapuera com esperança de alugar uma bicicleta se for menor de idade! #ficadica
16 de jan de 2014

Pobre mamãe.

5 comentários

Hoje estou tendo um dia estranho.
Não, realmente, um dia bem estranho.
Pra terem uma ideia, o primeiro acontecimento do dia foi minha mãe quebrar o pé. Da pra acreditar? Ela foi subir numa escada vertical, e a escada escorregou. Resultado: Fratura no tornozelo, e possibilidade de cirurgia.
Pobre mamãe.
Ruim mesmo, foi vê-la sendo levada por uma ambulância parecendo um presente, no sentido literal da expressão. Cobriram-na do pescoço ao pé com uma especie de "papel aluminico" como disse o Enzo (anota essa Pablo).
Acho que amanhã teremos-na de volta.
Outra série de coisas não muito comuns aconteceram durante o dia, mas são irrelevantes.
Vamos torcer por mamãe? (Como ja dizia Cida)

Reflexão do dia: "Ao invez de executar assassínos no EUA, porque não os mandam para espaço pra descobrir o outro lado do buraco negro? O mesmo serve para os Terrorístas que se usam como porta bombas para levar o mal ao "pobre" povo Americano."

12 de jan de 2014

DIY: Álbum de fotos

4 comentários
A ideia surgiu na minha necessidade extrema de ter um álbum. Já revelei alguns filmes, e simplesmente não tinha onde colocar as fotos. Eu poderia muito bem comprar um álbum, mas nunca achei nada que realmente me agradasse.
E um dia, numa loja de 1 real, eu vi um fichário, simples, sem detalhe algum, tive então uma ideia relâmpago de revesti-lo com tecido e fazer dele meu novo álbum.
Nunca fiz um DIY decente no blog, acho que esse será o primeiro! Então, vamos lá:

Materiais:

- Fichário simples;
- Tecidos  (um liso para base e um estampado para detalhe);
- Fita dupla-face;
(clique para ampliar)
Esse DIY é bem útil não apenas para um álbum de fotos, mas pra um fichário comum de estudo, você pode revestir e deixar mais sua cara.
No meu caso, como quis fazer um álbum de fotos, nas folhas, optei por usar um papel kraft mais grosso, de forma que sustentasse as fotos.
E com alguns cortinhos de estilete, improvisei um álbum de fotos super craft ^^
Acrescentei também o detalhe do botão com o elástico para fechar o fichário.
Fiquei satisfeito com o resultado final do álbum. Superou minhas expectativas, pois como já disse algumas vezes, não levo muito jeito pra atividades manuais, ou não costumava levar.
Não pude deixar de incluir minha nova lomo nas fotos!  
La Sardina♥
6 de jan de 2014

Ânimos renovados.

5 comentários
Um fim de ano mal programado, isso sim.
Realmente, não consegui me programar esse final de ano, nada de post de natal, nada de post de ano novo. Meus planos eram deixar dois posts programados, para as duas datas, mas, ainda não aprendi a não confiar no tempo, e quando me dei conta, já estava de malas feitas.
~
Passei meu final de ano mais uma vez no Paraná, meu pai tem alguns amigos por lá, então, ele meio que sempre quer ir pra lá.
Primeiro passamos em Curitiba, (ou em numa cidadezinha próxima que acaba sendo chamada pelo mesmo nome), onde passamos o Natal.
Ainda por lá, fomos ao Zoológico, minha irmã nunca tinha visto uma girafa, como era natal infelizmente não tinha muitos atrativos disponíveis (a não ser comer o mousse de maracujá com pêssego que a minha prima fez), lá fomos nós.
...e a tal nem saiu da 'casinha' pra receber minha irmã. 
Priminha linda, filha da prima do doce gostoso.
Depois, fomos direto em direção a uma minuscula e supimpa cidadezinha rodeada de sítios e fazendas.
Normalmente opto por ficar na cidade, pois tenho que admitir, sou um perfeito garoto da cidade que não se dá bem com insetos voadores. Mas dessa vez não, engoli seco, ergui a cabeça, e decidi que ficaria no sítio, só no sítio dessa vez. E assim foi.
Confesso, que o calor similar a de um deserto escaldante e alguns não muito simpáticos gafanhotos de um palmo foram uma verdadeira pedrinha no meu sapato, mas, a beleza natural e o contato com os animais, superaram qualquer pavor.
Andei a cavalo, nadei no rio, brinquei de guerrinha de lama, acho que fiz tudo que os mais velhos diriam que é aproveitar a infância.
Não ficou exatamente como eu imaginava, mas, acho que foi a melhor foto de estrelas que já consegui. (clique para ampliar)
Cheguei em casa no segundo dia do novo ano. E desde então venho tentando organizar minha vida
descansar a mente, de forma que eu faça esse ano um pouco menos sobrecarregado que o anterior foi.
Esse ano promete grandes mudanças, grandes passos na minha vida, e estou fazendo o possível pra começar e terminar com tudo sobre meu controle. Quero uma vida um pouco mais saudável, mas livre de estresse, com mais verde, mais vida e o mais importante de tudo, mais felicidade ao lado das pessoas que amo.
Quero me tornar um amigo melhor, um primo melhor, um filho melhor, e melhorar o máximo que eu puder.
No momento essa é minha principal meta. Ser alguém melhor.

~
Já que me perdi completamente nas datas esse final de ano, então, vamos fazer o seguinte, vamos por um segundo imaginarmos que ainda estamos no final do ano (passado), e que esse trecho é do meu post de final de ano.

"Chegamos ao fim de mais um ano, um ano de muitos altos e baixos, um ano que nos deixou várias lições.
Tudo passou tão rápido, que mal pude cair na real e apreciar o meu ultimo ano de escola. E ta aí mais uma lição que esse ano me deixou, aproveite tudo intensamente, porque quando você se tocar que tudo na vida é passageiro, pode ser tarde demais pra querer voltar atrás.
Gostaria de agradecer a todos os leitores que fizeram parte desse ano, acompanhando, comentando e de certa forma me dando muita motivação e auto estima. Vocês são de extrema importância pra mim, acreditem!
Gostaria de deixar um abraço especial pra quatro pessoas, para o Pablo, Juan, Alice e Ana, que de certa forma me tocaram com posts e palavras diversas vezes, obrigado pessoal :) 
Desejo a todos um feliz 2014, de muita paz, muitas felicidades, muita união, inspiração, criatividade, musica, fotografia, de muitas metas, sonhos e desejos realizados. Um abraço apertado a todos e até o ano que vem. :) "

~

*William Tell Overture ♪ *    Soa o final do meu primeiro horário de almoço do ano.
 

kawagalvao.com/Copyright © 2012 Design by IpietoonPersonalização Kawã Galvão